Jornalismo Ambiental

RBJA UMAPAZ

As primaveras já não são silenciosas. Dos anos 60 para cá, o planeta dá sinais mais evidentes de seus limites; a compreensão científica se expande; governos, empresas e movimentos sociais buscam dar conta da gestão do ambiente. E para contar as histórias de um mundo em profunda transformação, o jornalista ambiental se reinventa.

Por que informações ambientais das últimas décadas não provocaram significativas mudanças de comportamento na sociedade? Como aproveitar as novas tecnologias para contar histórias ambientais com mais atratividade, consistência e relevância? As notícias estão engajando ou desanimando a sociedade na busca por mudanças? É possível trazer perspectivas mais positivas para o cenário ambiental? A partir de inquietações semelhantes, jornalistas da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental tomaram vias diversas – da produção acadêmica, do empreendedorismo e de novos produtos jornalísticos – e chegaram a respostas bem diferentes.

Nesse sábado às 10h 

RBJA

Nesse próximo sábado (27), às 10h na Umapaz (pq. Ibirapuera), vamos conversar com jornalistas que não se contentam em correr atrás de boas fontes; eles buscam também novas tecnologias, abordagens, narrativas e até novos modelos de negócio para o Jornalismo Ambiental – profissão que tem papel-chave para uma virada à sustentabilidade.

 

jornalismo ambiental 1

Roda de conversa:
Quando: dia 27/08, sábado
Horário: 10h às 12h30
Novas abordagens do Jornalismo Ambiental (Virada Sustentável + Fala Sampa)
Onde: Auditório 1 – UMAPAZ – Av. Quarto Centenário, 1268 / Parque Ibirapuera – Portão 7A

Inscreva-se no http://bit.ly/falaumapaz e selecione “(Virada Sustentável) Rodas de Diálogos RBJA – Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental

Fala Sampa: http://falasampa.com

Virada Sustentável: http://viradasustentavel.com

UMAPAZ (Fala Sampa): http://umapaz.com

Anúncios